• Comentários: 6
  • 09 December 2014 09:25
  • em Motivação
  • por kadupimentel
  • Visitas: 2443
  • Última modificação: 10 December 2014 03:33
  • (Votos 5.0/5 Estrelas) Total de votos: 9

NÃO DEIXE O SISTEMA DESTRUIR SEUS SONHOS

19 4

Quem me conhece, sabe: sou contra o sistema!

Não sou anarquista, comunista ou socialista, acho o dinheiro importante, mas não concordo com o meio empregado e ensinado para se atingir o fim.

Eu fui ensinado, durante toda minha infância e juventude, que se eu quisesse "ser alguém" no mundo, tinha que estudar, passar e concluir uma universidade, continuar estudando e me especializando, arrumar um bom emprego privado ou público, e trabalhar a vida inteira pra sustentar minha família e pagar meus impostos, e que depois de longos anos dedicados ao trabalho, me aposentaria.

Ou seja, o que eu aprendi e a maioria dos jovens aprendem, é que temos que viver pra trabalhar e trabalhar pra viver. Que no ápice de nosso vigor físico e intelectual estaremos atrás de um computador, trabalhando, dando duro, não pra viver, mas pra sobreviver ou "subviver”.

Eu sempre quis deixar um legado! Realizar meus sonhos, ajudar minha família, as pessoas que eu amo... Mas ninguém disse que, pra tudo isso acontecer, eu tinha que abrir mão da minha própria vida nesse modelo injusto, cansativo e desleal!

Ou eu sou maluco, ou essa conta realmente não fecha! Vejamos...

As pessoas trabalham pesado, a vida toda, trocam 1/3 do seu tempo na Terra por um salário normalmente ridículo, que mal dá pra pagar as contas do mês!? Sofrem com stress, poluição, trânsito, obrigações, metas, relatórios, cobranças, multas, pressões, acumulam dívidas, pra no final da vida não terem sequer direito a uma aposentadoria digna!? Se você é um bom funcionário só ganha mais trabalho, mais responsabilidades, mais horas extras e menos tempo pra aproveitar suas conquistas!?

Do que as pessoas ganham, o que sobra pra viajar e se divertir? Cinema, teatro, barzinho, discoteca...? Haverá um final de ano que as pessoas não se preocuparão com IPTU, IPVA, IRPF!? Isso porque grande parte do que ganha vai para o plano de saúde, a escola particular, o condomínio, o seguro, os pedágios e a gasolina!

Se não bastasse, quando você liga a televisão você vê tragédias, escândalos, golpes e crimes! Se vai passear com a família teme pela segurança, confere 20 vezes se as portas da sua casa estão trancadas, sobe o vidro do carro, não estaciona em locais escuros, atravessa semáforos fechados à noite.... é tensão pra todos os lados!

E a qualidade de vida? Alimenta-se bem, pratica-se mais esportes e dorme-se melhor? Não. Quanto mais tem-se que trabalhar, mais fica-se longe da família, filho, amigos, praia, campo, esportes, lazer... Abrir mão de tantas coisas mais importantes e significativas do que o trabalho, única e exclusivamente para "pagar as contas", sem a perspectiva de estar construindo algo que realmente pode impactar sua vida e a vida da sua família, faz sentido???

Basta!


Muitos estão nessa corrida de ratos. Enjaulados, correndo sem sair do lugar. Vendo a vida passar algemados, sem forças para mudar o seu destino e com medo de mudanças.

E o pior: as pessoas que pensam diferente, que arriscam e se rebelam são chamadas de loucas! O próprio sistema e seus membros se encarregam de fazer com que essa ovelha desgarrada volte ao grupo do conformismo e à sua zona de conforto.

Estes mesmos conformados sabem que o Estado e seus serviços não funcionam, que aposentadoria no Brasil é indigna, que a corrupção leva boa parte do que você paga de impostos, que o sentimento de insegurança e medo rege nossas atitudes, que ganha-se menos do que merece, que a vida é pouco vivida na sua plenitude e, como dito, nada fazem pra mudar as regras do jogo.

E soluções? Alternativas? Existem várias. Ir pra rua, reclamar, votar, educação, não se omitir, ser ético, justo e honesto nas pequenas coisas do dia a dia, fazer o bem, ser crítico, acreditar no seu potencial, esquivar-se dos negativos, conformados e acomodados, e tantas outras atitudes que indico e pratico!

Mas acredito que o EMPREENDEDORISMO é a principal delas. Empreender é trabalhar duro, mas trabalhar em algo que é seu, que será transmitido aos seus herdeiros, onde existe a possibilidade real de você conquistar liberdade financeira, liberdade de tempo, liberdade de escolhas, qualidade de vida, deixar sua marca, construir, realizar seus sonhos... algo que o sistema nos faz crer ser impossível.

Através do empreendedorismo você vai se tornar dono da sua vida, tomar suas decisões, aplicar suas habilidades e conhecimentos, acertar e errar fazendo valer aquilo que acredita, assumir seus riscos, amadurecer, aprender, se desenvolver e acumular muitas experiências.

Vai ser fácil? Não. Mas a questão não é ser mais fácil ou difícil, mas fazer mais sentido. É dedicar-se a algo que você acredita, que não tem limites, que depende de você, que você consegue enxergar um futuro triunfal. É fazer algo pelo qual valha a pena acordar todos os dias, se comprometer, transpirar, pois sabe que os resultados aparecerão e serão incríveis.

Pergunte-se: fazendo o que você faz hoje vai te levar ao que sempre sonhou?

Se sim, parabéns! Independente do que você faz, siga em frente! Você vai conseguir!

Se não, mude! Arrisque! Quebre as algemas e seus paradigmas! Não sabote seus sonhos, porque o impossível só é impossível até alguém ir lá e fazer!

Entenda: não importa a quantidade de dinheiro que se ganha, mas a qualidade dele! Trabalhar e ganhar dinheiro são coisas importantes, desde que com propósito, felicidade, em equilíbrio com sua vida pessoal, familiar, física e espiritual.

É preciso coragem para não concordar com o sistema e buscar alternativas. Mas é preciso ainda mais coragem para aceitar viver a vida toda sem encontrar sentido no que faz.


Sucesso e bons negócios!
Compartilhar
  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Este post tem 6 Comentários

Comentar

Nome:: Esse campo é requerido.
Endereço de email: Esse campo é requerido. Não visível
Website::
Captcha:: Esse campo é requerido.
Comentário: Esse campo é requerido.